Skip to content

Opinião Pública e alguns devaneios “ciberfilosóficos”

14/05/2009

image81

Numa época em que não havia veículos de comunicação em massa, quando a democracia era apenas um distante sonho Iluminista, Napoleão, que fez a Europa toda curvar-se a seus pés, soube inclinar-se diante da opinião pública. É dele a seguinte colocação: “Para ser justo, não é suficiente fazer o bem, é igualmente necessário que os administrados estejam convencidos. A força fundamenta-se na opinião. Que é o Governo? Nada, se não dispuser da opinião pública.” 

Ao “se lixar” para a opinião pública e menosprezar a imprensa, o deputado Sérgio Moraes fez o que Napoleão não ousou fazer: subestimou uma força que é a verdadeira razão da existência de seu cargo, o povo. Não fosse a atuação da imprensa e a indignação popular, expressada nas conversas, nos posts dos blogs, nas “tuitadas”, “orkutadas” e nos inúmeros e-mails repassados durante os últimos dias, será que seus pares no Congresso teriam se esforçado para afastá-lo do posto de relator no Conselho de Ética?

A rapidez e a facilidade com que as informações são apresentadas e a maneira como participamos desse processo, graças às novas tecnologias, nos tiram do papel de meros observadores da história. Se informação é  poder, a Cibercultura preconizada por Pierre Lèvy e baseada na interconexão, nas comunidades virtuais e na inteligência coletiva, está nos conferindo uma preciosa arma. Aos nossos representantes resta aprender com as sábias palavras atemporais de Napoleão, acostumando-se ao olhar crítico de um “Big Brother” coletivo, com o qual nem George Orwell sonhou. 

Vejo tudo isso de uma forma muito otimista. Vejo que a própria Propaganda Política adquire novos contornos com a descentralização do poder da informação. E minha lei preferida – a lei da unanimidade e do contágio -, ganha esferas sem precedentes, como pudemos ver na campanha eleitoral de Obama. Mas isso é assunto para o próximo post! 

 

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 16/05/2009 19:57

    Parabéns pelo post!! Você conseguiu- em um pequeno texto – trazer elementos e pessoas que marcam a sociedade e nos faz referenciar ao certo a grandeza do ato deste deputado. Graças a Deus vivemos o tempo onde as informações não podem estar presas.

    Fantástico!

  2. Gil Castillo permalink
    18/05/2009 18:22

    Obrigada pela mensagem tão gentil. Também gostei bastante do seu blog. Tem artigos interessantíssimos. Vamos continuar a trocar figurinhas. Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: